• 0800 014 2001 / 11 3585-2000
  • whatsappWhatsapp: 11 97616.3764
  • Página Inicial » Tudo Sobre Quedas

    Tudo Sobre Quedas

    Saiba tudo sobre quedas

    Veja como se prevenir de quedas

    Você sabia que 70% da entrada de idosos em pronto-socorros é consequência de quedas? As quedas são um dos mais sérios riscos a saúde entre os idosos acima de 65 anos, afetando mais pessoas do que derrames e paradas cardíacas, juntos.

    Mais das metade, de todas as quedas que ocorrem com idosos são em casa. Em torno de 23% ocorre fora, mas perto de casa. A maioria das quedas não são relatadas, mas é de se esperar que de 35% a 40% das pessoas acima de 65 anos caiam pelo menos uma vez ao ano. Os que caem uma vez tem de 2 a 3 vezes mais chances de cair de novo. A TeleHelp pode intervir em 80% das quedas.

    Por que os idosos correm mais risco de cair

    Para os idosos, quedas na residência ou próximo a ela podem ter sérias consequências. As quedas são a sétima maior causa de morte para pessoas com idade acima de 65 anos. Um estudo publicado no Jornal de Medicina New England descobriu que a prevenção de quedas e dos ferimentos causados por elas diminui ou retarda a necessidade de mudança para estabelecimentos com cuidados médicos em longo prazo.

    Se você já sofreu uma queda – ou se a possibilidade de uma queda é algo que o preocupa - você não está sozinho. Os estudos demonstram que o risco de cair aumenta drasticamente conforme a pessoa envelhece., Além disso, a maior parte dos idosos coloca quedas e ferimentos relacionados a elas no topo da lista das coisas que os preocupam.

    Conforme a pessoa envelhece, mudanças físicas tornam as quedas mais prováveis e aumentam a chance da pessoa se machucar ao cair. Mas, as mudanças físicas que afetam a visão, o equilíbrio, a musculatura e a estrutura óssea são parte de um quadro mais amplo. Aqui estão algumas das razões mais importantes do porque as pessoas idosas correm mais risco de sofrer uma queda.

    Mudanças físicas e mentais – A maioria das pessoas, mais cedo ou mais tarde, experimentará problemas de visão, senso de equilíbrio, mobilidade, estrutura óssea e com os reflexos. Confusão, esquecimento, derrames, mal de Parkinson e mal de Alzheimer são importantes fatores de risco.

    Medicamentos – A maioria dos idosos toma uma variedade de medicações, tanto simples como prescritas. Muitos medicamentos podem causar tontura, sonolência, ou outros efeitos colaterais que tornam mais difícil manter o equilíbrio.

    Causas ambientais – Tapetes, fios elétricos, pisos úmidos e escorregadios, pisos com superfícies irregulares, passagens e degraus escorregadios e iluminação fraca são exemplos de condições que podem fazer você tropeçar.

    Situações inesperadas – Frequentemente, algo que contribui para a queda é a circunstância que você não espera e não se preparou para ela. Você se apoia em uma porta, pensando que ela está fechada. Você caminha por uma passagem mal iluminada e não percebe um pequeno monte de folhas e galhos que alguém deixou ali.

    Os Números das Quedas

  • 67
    %
    Das pessoas que sofreram de queda e ficaram sem socorro por mais de 72 horas tiveram morte prematura.
  • 70
    %
    Da entrada de pessoas de terceira idade em pronto-socorros é conseqüência de quedas.
  • 95
    %
    De fraturas de quadril são causadas por quedas.
  • 55
    %
    De todas as quedas que ocorrem com idosos são em casa.
  • 80
    %
    A TeleHelp pode intervir nas quedas.
  • 24 maneiras de se proteger contra as quedas

  • 1 Tenha um abajur ou um interruptor de luz que você possa alcançar com facilidade sem sair da cama.
  • 2 Use luzes noturnas no quarto, no banheiro e nos corredores.
  • 3 Mantenha uma lanterna sempre à mão.
  • 4 Tenha interruptores de luz em ambas as extremidades de corredores e escadas. Instale corrimãos dos dois lados das escadas.
  • 5 Acenda as luzes quando for entrar em casa à noite.
  • 6 Adicione barras de apoio no chuveiro, na banheira e na área da privada.
  • 7 Use tapetes de banho com ventosas.
  • 8 Use tiras abrasivas ou um tapete apropriado no chuveiro ou na banheira.
  • 9 Considere sentar-se em um banquinho ou em um banco durante o banho.
  • 10 Considere usar um assento de vaso sanitário elevado.
  • 11 Calce sapatos que não escorreguem, de salto baixo ou chinelos que fiquem firmes. Não ande somente com meias ou descalço.
  • 12 Remova qualquer coisa desnecessária da sua casa.
  • 13 Mantenha fios de telefone e elétricos fora do caminho.
  • 14 Prenda os tapetes e cole os pisos de vinil ou tacos de forma que fiquem planos. Remova ou substitua os tapetes que tendem a ser escorregadios, ou cole algo que não escorregue na parte de trás (fitas adesivas antiderrapantes).
  • 15 Certifique-se de que os carpetes estejam bem presos nos degraus das escadas.
  • 16 Use acessórios de auxílio para caminhar, como bengalas, quando necessário.
  • 17 Adquira uma escadinha com corrimão alto e firme para alcançar objetos, não use uma cadeira.
  • 18 Pinte a beirada dos degraus das escadas externas e de quaisquer degraus que sejam especialmente estreitos, altos ou baixos em relação aos outros.
  • 19 Pinte as escadas externas com tinta antiderrapante (ou misture areia à tinta) para uma melhor tração.
  • 20 Revise os remédios com o seu farmacêutico. Algumas drogas podem deixá-lo sonolento, tonto ou comprometer o seu equilíbrio.
  • 21 Fique atento com a ingestão de álcool. Mais de duas doses por dia podem deixá-lo instável.
  • 22 Faça exames de visão e de audição. Problemas no ouvido interno podem afetar o equilíbrio. Problemas de visão podem dificultar a identificação de ameaças potenciais.
  • 23 Exercite-se regularmente para melhorar a flexibilidade e a força musculares.
  • 24 Caso você se sinta tonto ou desorientado, sente-se e fique assim até sentir sua cabeça clarear. Levante-se devagar para não comprometer o seu equilíbrio.
  • Se você se preocupa com a proteção contra quedas, converse. Este é um assunto que merece tempo e atenção, especialmente em uma consulta. Exponha seus medos e preocupações. Se você já sofreu uma queda, teve problemas de equilíbrio, de visão ou com medicamentos, relate sua história.

    Certifique-se de que a equipe médica esteja a par da situação. Se recomendarem exames e outras providências, como uma mudança na dieta ou exercícios específicos, acate seus conselhos.

    Por que os idosos correm mais risco de cair

    Um dos maiores motivos pelo qual os idosos não querem se exercitar é o medo de cair. Especialistas dizem que o medo de cair é um problema tão grande para os idosos quanto a queda propriamente dita. É claro, preocupar-se com quedas é uma coisa boa, se você transformar este medo em passos para proteger-se contra quedas – como nas "24 maneiras" (mencionadas anteriormente).

    O problema acontece quando a pessoa se retrai, tomando a abordagem "segurança a qualquer custo". É quando o medo de cair aprisiona a pessoa em um círculo vicioso que se parece com algo assim:

    grafico-de-risco

    Boa forma: A chave na prevenção contra quedas

    Os maiores benefícios de se manter ativo incluem:

    • Manter a força muscular;

    • Fortalecer os ossos e retardar o processo de osteoporose;

    • Manter as juntas, tendões e ligamentos mais flexíveis, tornando mais fácil a sua movimentação;

    • Aumentar a energia;

    • Fortalecer o coração e os pulmões;

    • Promover uma sensação de bem-estar.

    “Se exercícios pudessem ser embalados na forma de pílulas, este seria o único remédio amplamente receitado e sem contra indicações no país."
    — Robert N. Butler, Médico, Ex-Diretor do National Institute on Aging

    Contrate agora o TeleHelp Aviso

    saiba mais

    Veja também

  • Serviços
    Serviços

  • Confira os serviços oferecidos pela TeleHelp para a sua segurança dentro e fora de casa. saiba mais
  • Como-Funciona
    Como Funciona

  • Entenda melhor como funcionam os serviços de teleassistência da TeleHelp e veja como conseguir ajuda imediata ao simples toque de um botão. saiba mais