Ligamos para você

Se preferir, ligue grátis para:0800 014 2001

Calcule seu risco de queda
0800 014 2001
Login

07 / 08

ENVELHECER É UMA ARTE

Quando mais cedo escolhermos viver com saúde, melhor. A boa notícia é que sempre é tempo de começar

Segundo o médico Rodrigo Modena Bassi, especialista em Geriatria e Gerontologia pela UNIFESP e em Homeopatia pela Associação Brasileira de Reciclagem e Assistência em Homeopatia (ABRAH), membro fundador do Núcleo Universitário de Saúde e Espiritualidade da UNIFESP e colaborador na “Cartilha do Envelhecimento Sadio”,“entendemos que envelhecer com saúde é uma arte, e viver até os 100 anos com saúde física, emocional e cognitiva, com autonomia, depende muito das escolhas realizadas em nossa vida. Cerca de 70-75% da nossa saúde após os 60 anos depende da maneira como olhamos o mundo, ou seja, as nossas crenças e escolhas saudáveis que realizamos. Quando mais cedo escolhermos viver com saúde, melhor. A boa notícia é que sempre é tempo de começar”.

Para ele, ter hábitos saudáveis de alimentação, atividades física e intelectual, abandonar vícios, tomar sol com moderação, beber água, fazer uma ótima higiene oral, visitar um médico e um dentista regularmente são excelentes maneiras de envelhecer. “Porém tão importante quanto tudo isso é cultivar bons relacionamentos, sustentar o otimista que vive em você, a alegria, a capacidade de perdoar e de amar ao próximo e a si mesmo. Enfim, o ponto-chave está justamente em buscar um profundo significado para a vida. “Aprendemos com nonagenários (mais de 90 anos) e centenários (mais de 100 anos) que esses aspectos que vão além da saúde física são essenciais, como ter uma vida espiritual ativa e harmoniosa, diminuir as cobranças sobre si mesmo, aprender técnicas de relaxamento e permitir-se ter momentos de prazer no seu dia a dia, desenvolver a capacidade de aceitação das limitações que a vida trouxe, ser capaz de lidar de maneira serena com as perdas, e o mais importante: ter a capacidade de reinventar-se, engajando-se em novos projetos”, pontua.

E o vinho... ele é bom ou ruim para a saúde? Rodrigo aponta pesquisas que mostram que o vinho seco ou demi-sec é benéfico para a saúde em geral, especialmente aos indivíduos que já faziam uso dele, e apenas uma dose pequena (120 ml) por dia. “De qualquer maneira, vale consultar o médico de sua confiança para ter uma orientação individualizada e segura”.

Mas, afinal! Existe mais algum segredo para se viver 100 anos com saúde e disposição?

Para responder a essa e outras questões, entrevistamos a mestre e doutora Ana Luísa Rosas, neurologista graduada pela Unifesp e diretora científica da Associação Brasileira de Alzheimer (Abraz) – Regional SP.

Para essa pergunta, a neurologista diz que não existe uma receita única para se viver por muitos anos, tampouco segredos. “Acredito que cuidar bem do seu corpo e da sua mente seja o ponto de partida para uma vida longa e feliz. Como cada um vai praticar isso, depende de muitas variáveis, e dentre elas temos: onde se vive e em quais condições, genética, grau de atividade física etc. Muitas vezes a pessoa pode ter restrições alimentares, então poderá compensar isso praticando atividades físicas, não fumando, aprendendo novos instrumentos. Já outra pessoa pode ter limitações físicas, mas compensa com a alimentação saudável, treino cognitivo, e por aí vai”, explica.



Voltar para todas as notícias

Conheça nosso canal

Siga a Telehelp nessa rede social e veja os nossos vídeos e novidades que devem auxilia-lo a entender melhor nossos serviços.

Conheça Conheça

Perguntas frequentes

Ainda com dúvidas, aqui você pode esclarece-las com o nosso FAQ, tendo acesso às perguntas e respostas às dúvidas mais frequentes.

Leia Mais Leia Mais

Depoimento

Confira depoimentos e áudios reais de quem utiliza o serviço de teleassistência

Veja mais Veja mais