Ligamos para você

Se preferir, ligue grátis para:0800 014 2001

Calcule seu risco de queda

12 / 09

PROJETO 60 Anos

Uma Comunidade que promove formas de envelhecimento com saúde e bem-estar por meio de encontros verdadeiros, além dos virtuais, viagens, tudo personalizado para os 60+.

Uma Comunidade que promove formas de envelhecimento com saúde e bem-estar por meio de encontros verdadeiros, além dos virtuais, viagens, tudo personalizado para os 60+.

No fim de 2014, Cláudia Grande estava pensando na sua vida. Aos 58 anos, estava separada – após 33 anos de casamento –, tinha entregado a direção de sua empresa aos filhos, vencido a guerra contra um câncer e começou a planejar a festa dos seus 60 anos. “Tinha visto um smoking sem mangas e pensei que gostaria de usá-lo nesse evento. Porém estava meio fora de forma. Ao ver uma propaganda na televisão de uma moça correndo, tive uma ideia: ‘vou começar a correr para emagrecer, mas preciso de apoio’. Criei uma página no Facebook e convidei 100 amigas para me ajudarem com incentivos para que não desistisse do meu objetivo. Em uma semana já eram 1.000 pessoas me seguindo e me perguntando a respeito do meu cabelo, de roupas, das minhas comidas prediletas, da minha festa, como se fôssemos conhecidas de infância... foi então que percebi que poderia inspirar mulheres dessa idade a terem uma maturidade saudável, alegre e elegante. Blogueira da Terceira Idade... será?”, relembra com muito bom humor.

A comunidade Projeto 60 Anos promove o envelhecimento com saúde e bem-estar por meio de encontros verdadeiros, além dos virtuais, viagens, tudo de que gostamos, mas personalizado para a faixa etária 60+. “Eu comemorei os 60 em um cruzeiro, e comigo foram 30 pessoas, a maioria que eu ainda não conhecia pessoalmente. A interação comigo por meio dessa página foi se tornando tão intensa que resolvi me reinventar, e transformei esse projeto nessa comunidade maravilhosa. Gostamos de conversas on-line, mas nada supera o olho no olho, as risadas e os abraços que só os encontros pessoais proporcionam. A solidão está aí, à espreita. Não é bom deixá-la ser a nossa companhia”, diz. Por isso ela promove eventos trimestrais, alguns em fazendas com direito a festa do pijama, outras vezes em cidades que oferecem passeios de balão. Tem sempre uma viagem programada para o mês que vem. Atualmente são 640 mil pessoas que leem, ouvem, comentam tudo que Cláudia escreve, fala ou faz. “Em nossas viagens, por exemplo, faço questão de contratar guias que são bem preparados, estudiosos de arte, que sabem contar a história do lugar que estamos visitando. Faço roteiros pensando nos horários que são melhores para estarmos em determinado local, se está um dia lindo de sol e estamos na praia, vamos aproveitar! Nada de tomar café da manhã correndo e sair por aí debaixo de um calorão só para fazer compras. Aliás, procuro conversar com as pessoas que viajam comigo a respeito de fotos e de lembrancinhas para a família e amigos. Primeiro: nem nós mesmas vamos ver as fotografias, quanto mais impor essa condição aos familiares e amigos, não é mesmo? Que tal olhar, apreciar, sentir os cheiros, ouvir as histórias daquele lugar ao invés de se preocupar com enquadramentos e selfies? E que tal levar para casa um tempero novo, um azeite de qualidade e convidar a família? Daí é só preparar uma receita bem saborosa com esses ingredientes e contar durante a refeição como foi a sua viagem enquanto compartilha aromas e novidades culturais com todos. Guardar na memória a viagem e proporcionar um pouquinho do que você viveu em outro país ou cidade com quem você quer bem. Afinal, a vida é feita de momentos, e nessa fase a gente quer ser e não ter”, filosofa.

Essa mulher metade italiana metade libanesa gosta mesmo é de agito. “Sou a mais velha de cinco irmãos, tenho quatro filhos, cinco netos, quatro cachorros e duas gatas e casei-me novamente há um ano. Cuido de 400 idosos carentes com a ajuda de todas as minhas amigas pessoais e virtuais (mais informações https://bit.ly/2VRMb7V). Ao se associar, a sua mensalidade faz a alegria dessas pessoas”, conta enquanto ajeita as malas rumo à Grécia.

Por isso, em suas redes sociais (@projeto60anos) Cláudia sempre dá dicas de moda, maquiagem, cabelo, encontros, eventos e viagens (e como arrumar as malas) que ela organiza juntamente com sua equipe, e também tem posts de saúde e qualidade de vida. “Se você quer fazer parte dessa comunidade divertida e muito feliz, vem comigo aprender a cuidar bem de você e a se reinventar aos 60+, 70+ e 80+. Afinal, quem tem cara de velha é gente sem sonho”, finaliza.



Voltar para todas as notícias

Conheça nosso canal

Siga a Telehelp nessa rede social e veja os nossos vídeos e novidades que devem auxilia-lo a entender melhor nossos serviços.

Conheça Conheça

Perguntas frequentes

Ainda com dúvidas, aqui você pode esclarece-las com o nosso FAQ, tendo acesso às perguntas e respostas às dúvidas mais frequentes.

Leia Mais Leia Mais

Depoimento

Confira depoimentos e áudios reais de quem utiliza o serviço de teleassistência

Veja mais Veja mais